Espiritualizando



Fé Racional

"Em lugar da fé cega que anula a liberdade de pensar, ele diz: Não há fé inquebrantável senão aquela que pode olhar a razão face a face em todas as épocas da Humanidade. À fé é necessária uma base, e essa base é a inteligência perfeita daquilo que se deve crer; para crer não basta ver, é necessário, sobretudo, compreender. A fé cega não é mais deste século; ora, é precisamente o dogma da fé cega que faz hoje o maior número de incrédulos, porque ela quer se impor e exige a adição de uma das mais preciosas faculdades do homem: o raciocínio e o livre arbítrio." (O Evangelho Segundo o Espiritismo.)

Espiritualize-se...

Sábio é aquele que a tudo compreende e nada ignora. Deus não impôs aos ignorantes a obrigação de aprender, sem antes ter tomado dos que sabem o juramento de ensinar.

Nenhum mistério resiste à fragilidade da Luz. Conhecer a Umbanda é conhecer a simplicidade do Universo.



Seguidores Espiritualizados

Translate

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Assine o nosso...

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Mediunidade e Como Saber se Sou Médium


Médium é uma palavra neutra e serve para os dois gêneros. É de origem latina e significa medianeiro, o que está no meio. O médium serve de intermediário entre o mundo físico e o espiritual.
Deste modo podemos afirmar, sem sombra de dúvida, que todos nós somos médiuns, pois durante nossas vidas teremos alguns sintomas e que sabemos que não são de ordem física. Afinal quem é que nunca viu um vulto diferente, um assovio diferente, algumas pancadas, arrastamento de chinelos, vozes, pesadelos, sonhos, premonições, etc., etc. Só não podemos afirmar que somos médiuns ostensivos, aquele que tem contato com os espíritos. Que sinais são apresentados e que podemos saber que a pessoa é um médium ostensivo?
Nenhum sinal físico existe que possa dizer que esta ou aquela pessoa é um médium ostensivo. Ninguém veio marcado para isto. É um dom natural que vem com a pessoa, pela escolha que esta pessoa fez na espiritualidade.
Alguns sintomas indicam que a pessoa pode ter mediunidade. Os mais comuns são: suor excessivo nas mãos e axilas, maçãs do rosto muito vermelhas e quentes, as orelhas ardem, depressão psíquica e instabilidade emocional, melancolia, distúrbios de sono, ou em excesso, ou insônia; perda do equilíbrio do corpo, sensação de desmaio iminente, súbita aceleração dos batimentos cardíacos(taquicardia), fobia e medo de quase tudo, sensação de insegurança. Mas tudo isso vai se estabilizando e desaparecendo conforme o médium canaliza de forma mais adequada suas faculdades psíquicas com muito estudo, trabalho e disciplina.
Outros sinais podem surgir como: sensação de presenças invisíveis; sono profundo demais, desmaios e síncopes inexplicáveis; sensações ou idéias estranhas, mudanças repentinas de humor, crises de choro; Ballonement (sensação de inchar, dilatar) nas mãos, pés ou em todo o corpo, como resultado do desdobramento perispiritual; adormecimento ou formigamento nos braços e pernas; arrepios como os de frio, tremores, calor, palpitações.
Uma das tarefas mais complexas para o médium novato é conseguir discernir as influências que atuam em sua psiquê. Não se questiona mais o fato de que o ser humano sofre interferências de todos os elementos que compõem o universo, e isso inclui as formas pensamento de outros seres. De uma maneira ou de outra, todos os seres humanos são, em maior ou menor grau de intensidade, médiuns por natureza. Às vezes, a pessoa escreve uma mensagem e não sabe se veio dela mesmo, de seu mentor ou de outro espírito. Não tem certeza se foi inspiração ou psicografia. Às vezes pode até alterar o texto que está recebendo de um espírito.
Algumas vezes, ao eclodir a mediunidade, a pessoa costuma dar sinais de sofrimento, perturbação, desequilíbrio. Se a pessoa    se perturba ante as manifestações mediúnicas é por sua falta de equilíbrio emocional e por sua ignorância do que seja a mediunidade, ou porque está sob a ação de espíritos ignorantes, sofredores ou maus. A pessoa que possui tais problemas precisa ser ajudada até se equilibrar psiquicamente através de passes, vibrações, esclarecimentos doutrinários. Também deve fazer uma consulta médica. Só depois, bem mais tarde, ir para uma mesa mediúnica.
Para o desenvolvimento mediúnico, somente deve ser encaminhado quem esteja equilibrado e doutrinariamente esclarecido e conscientizado.
A mediunidade ostensiva pode ser percebida quando:
a) houver comprovada vidência ou audição no plano espiritual;
b) se dá o transe psicofônico (falante ) ou psicográfico (escrevente);
c) há produção de efeitos físicos – sonoros, luminosos, deslocação de objetos, desdobramentos, etc.
Mas na verdade, nenhum destes fenômenos, podem dizer claramente que a pessoa pode ser um médium ostensivo. Como descobrir então? Somente com o estudo e a prática da mediunidade. Por este motivo temos os desenvolvimentos mediúnicos em quase todos os centros espíritas. Como se caracteriza esse desenvolvimento? Pelo estudo das obras de Kardec e outras similares e da prática. A pessoa deve ir praticando as diversas modalidades de mediunidade: Psicofonia, psicografia, vidência, transporte, desdobramentos, sempre acompanhado de pessoas experientes nestas áreas. A pessoa pode desenvolver uma destas modalidades com facilidade, algumas, apenas pequenos vestígios de uma ou de outra e outras pessoas nada conseguem. Seu trabalho ficará perdido? Claro que não. Ele não imagina a ajuda que deu aos espíritos inferiores que vieram receber as energias de que precisam para se melhorar. Ser médium é fazer a maior das caridades: a pessoa está doando seu próprio corpo em auxilio de muitos necessitados.
Se a pessoa descobrir que é um médium escrevente – deve praticar esta modalidade com mais afinco, pois este é o seu tipo, assim como os que se desenvolverem mais para a psicofonia, a vidência, etc.
É muito comum no inicio das incorporações, quando a gente está ansioso, com medo , curioso e inseguro para saber quem são nossas entidades, como trabalharam, nomes, etc. Todos nós médiuns já passamos por isso… Quando há as incorporações o médium fica mais que atento a qualquer palavra que saia de sua boca “se eu falando ou a entidades, o que vai acontecer agora, o que ele tá fazendo”… tudo isso faz parte do início, pois ser consciente é perfeitamente normal e não é sinal de “falta de firmeza, ou imaturidade nas incorporações, ou fraqueza do médium.
E é nessa fase onde o médium atua muito junto com a entidade, por sua participação , ‘interatividade” que é peculiar nesse início, ocorre maior incidência de uma interferência do médium , sobrepondo a da entidade.
Porém, com o passar do tempo, o médium vai ganhando confiança, vai aprendendo a ficar mais alheio das manifestações da entidades, pois para ele não terá mais mistérios e se reservará da total abstenção de qualquer tipo de interferência, inclusive de sua própria opinião do que a entidade deveria agir, falar ou conduzir numa consulta.
Muitas pessoas desistem no inicio, por não aceitar sua consciência e não conseguir trabalhar psicologicamente essa questão e achar que é ele ali e não a entidade. De não insistir e entender que as incorporações vão se firmando com o tempo. Pois nossa forma de trabalhar mediunicamente é muitíssimo diferente de Candomblé e Espiritismo. E para a Umbanda a afinidade e sintonia nas incorporações é de fato, mais demorada. E nesse processo de ajustes, equalizações e estabelecer uma sintonia satisfatória , o médium deve entender que haverá sim erros, o seu sobrepor a própria entidade, o animismo, porque faz parte desses ajustes. Por isso o médium não deve ser permitido ao estarem sob influência das entidades; beber, fumar e principalmente, dar consultas e atender o público, quando essa sintonia não se estabelecer de fato, avaliado pelo dirigente e guias chefes da casa.
Não é que não podem... é normal as entidades não darem nomes de suas falanges no início, pois o médium ainda não está preparado mediunicamente falando … demora-se um tempo para estabelecer uma sincronia entre a faixa vibratória da entidade com a do médium e somente quando houver harmonia, e com menos risco de animismos por parte do médium, é que elas trazem sua falange.
Antes de tudo cada guia que incorpora é único, cada um é um espírito em particular, com seu jeito de agir e pensar. O nome de que se utilizam é apenas um indicativo da forma que trabalham de sua linha e irradiação. Por isso podemos ter vários espíritos trabalhando com o mesmo nome, sem que sejam por isso um só espírito. É como ser um médico, engenheiro, etc. Todos possuem um conhecimento comum, além do conhecimento individual. E isso faz com que trabalhem de forma diferente, mas seguindo a mesma linha geral. A mesma coisa acontece com nossos guias, então é comum escutar:
- Como é o Caboclo X?
- Me conte a estória do Preto Velho Y
- Como é o ponto riscado do Exu Z?
Isso pode ocasionar vários promelhas no início do desenvolvimento, o médium lê uma descrição de que o Caboclo Y fuma. E ele fica com “isso” na cabeça, assim que chega no momento de trabalhar com o seu guia o Caboclo Y (também) ele pede um charuto, e a partir daí fica mais difícil de romper essa barreira anímica criada pelo médium.
Ou então o médium lê que o Exu Z quando incorpora ajoelha no chão, aí pensa, “nossa o que eu incorporo não ajoelha!!!” e começa a se sentir inseguro quanto a manifestação do seu guia, podendo com isso atrapalhar o seu desenvolvimento.
Pra resumir, a melhor forma de conhecer seu guia e através do tempo, do desenvolvimento e do trabalho com ele, assim pouco a pouco você vai se interando de como ele é, como gosta de trabalhar, etc.

Mediunidade é Santa e devemos vivê-la Santamente! Saravá!

21 comentários:

  1. eu nao sei se sou medium pois vi uma menina no reflexo da tv

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu n sou a única meu irmão os meus primos os meus amigos todos nos vemos ouvimos e sentimos coisas por ex eu vejo uma criança com roupas de ospicio no meu apartamento o meu primo ve um homem com uma corda no pescoço a minha prima e as minhas amigas veem uma mulher e o meu irmão ouve ve ele já vio fumaça pessoas etc ..
      nenhum de nos gosta mas eu acho que essas coisas estão tentando me dizer alguma coisa agora mesmo eu vi UM REFLEXO DE UMA MULHER POR CIMA DO MEU e alguém me olhando mas lembre que nem todos são bons os meus eu sei q não eles fazem aminha vida ser orrivel eles ficam por perto para atormentar e te fazer sofrer tomem cuidado adeus

      Excluir
  2. Oi eu não sei se sou ou não, mas quando era bem nova ouvia vozes, via imagens reflectidas vultos , e de ante mao quando alguem falava algo perto de mim eu ja sabia qual serio o final da "historia", minha mae chegou a ir nos curandeiros e eu quando chegava na porta deles eu quase desmaiava , e para eu poder estar junto dela na "consulta" eu tinha que ter colocado um Terço em meu pescoço. Fico confusa pois tenho quase todos os sintomas descritos ai em cima e o que mais me assusta é que tou ficando com um PAVOR terrivel a cachorros, sem nunca ter sido mordida nem nada parecido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida também tenho esses sintomas!!..eu vejo e parei de ter medo por vc sempre se lembrar q eles não querem o mal de ninguém!!.. :)

      Excluir
  3. ouso vozes que me falam o que dizer e fazer, já vê coisas no chão do banheiro,sinto calafrios,mão soa muito,olho arde e dor de cabeça quando cabo de dizer uma coisa que nem pensei pra um colega.

    ResponderExcluir
  4. estou assustada, sinto muitos calafrios, sinto como se alguem estivesse me abraçando antes de durmir... e só consigo pensar em coisas ruins.. nao me sinto bem quando falam o nome de deus.. nao sei oq ta acontecendo!!

    ResponderExcluir
  5. oi os sintomas que se estava escrito em cima tenho-os a tudos e alem dissso e normal estar a dormir e sonhar com o futuro
    porque eu sonho e aconteçe mesmo e para aem disso muitas vezes vejo espiritos

    ResponderExcluir
  6. adriana floriano25 de maio de 2012 20:06

    gostaria de saber se sou medium, pois muitas vezes digo coisas e tempo depois acontece, o que me assusta que é como avia falado.E muitas vezes falo coisas que nem sem porque falo ,e fico muito depressiva ,pois só acreditam quando acontece,e sinto uma força de energia positiva que me fez escrever para tirar minhas duvidas.Agora nesse momento estou fria e tremula....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriana,eu tbm estou tremula agora, vc ja viu um espirito? Eu sempre sinto uma energia,e vejo uma menina....ela morrwu num incendio...senlre escuto uma mulher cantar s pergunto as pessoas do.meu lado se escutaam tbm,mais nunca escutam...eu soi normal?

      Excluir
  7. Desde de pequeno sempre tive algumas sensações que nunca soube explicar, hoje continuo com estas sensações, tenho pensamentos ruins, um tipo de premunição de coisas que vão acontecer mas não sei dizer o que, com quem e quando vai acontecer, frequento um centro de umbanda a mais ou menos 6 meses, e estou sentindo isto cada vez mais forte e com mais frequencia, tenho muita vontade de participar da corrente principalmente quando ouço o som dos atabaques,mas tenho medo ou vergonha de falar isto para as pessoas de lá, tenho medo de uma rejeição, sei lá, quando terminei de ler o texto acima, eu não iria escrever nada nos comentarios, mas senti que algo ou alguem pediu para que eu compartilhace isso com vc´s. Muita paz de Oxalá a todos e salve as sete linhas da Umbanda e as sete linhas da Quimbanda.

    ResponderExcluir
  8. Sempre recebi sinais elétricos de espíritos.As lampadas piscam sem explicação. Na primeira vez era bem nova e fiquei muito assustada. Senti que algo estava diferente. E há um mês tive outro sinal. No momento eu pensava se existiam ou não espíritos ao meu redor. E recebi os sinais. A luz que já estava apagada para dormir piscou uma, duas, tres vezes. Meu marido estava ao lado, dormindo. Sou uma pessoa aparentemente normal, trabalho, tenho 24 anos, nunca tive problemas pisquiatricos, nunca tomei antidepressivos. Mas há três anos passei a ter pesadelos que me faziam sair da cama, correr e lutar. Acordava desesperada, com o coração desparado, suando muito, com meu marido me segurando. Nunca me lembrei dos sonhos e procurei um homeopata. Me ajudou muito, mas acho que tem espíritos ao meu lado. Vou rezar para que encontrem a luz.

    ResponderExcluir
  9. ola já varias pessoas que entendem dizem que sou medium mais tenho muito medo pois quando estou muito perto dessas coisas espirituais fico ouvindo coisas veno coisas quando estou acordando veja cachorros ou pessoas a minha volta ou deitadas junto comigo, as vezes quando vou dormi minha cabeça parece que vai explodi e não consigo abrir os olhos meus menbros se entortam mãos pés pernas enfim meu corpo todo fi co muito mal

    ResponderExcluir
  10. Já tive "premonições" nos sonhos, Já senti alguém me chamando e olhar não ter ninguém, porém nunca cheguei ao ponto de falar com algum guia ou de encorpora-lo, então as vezes fico com dúvida. Vibrações, nossa como eu sinto em alguns pontos do Centro em que frequento, mas eu não tenho a certeza de que sou médium de incorporação ... =/

    ResponderExcluir
  11. Eu estava no banheiro e vi umaa menininha,seu nome era laura e ela era de classe auta,morreu num incendio.. quero falar com ela..sempre vejo ela num canto do meu quarto....tenho todos esses sintomas

    ResponderExcluir
  12. Tenho muitos pesadelos .. quando era criança tinha visões agora nao tenho mais

    ResponderExcluir
  13. Eu ñ seii direito tudo oq eu falo acontece eu ñ seii se isso é ser medium ah minha tia falou que eu seii oq vai acontece no futuro ela falou que aiinda sou mt nova e ñ vou sabe usa maiis quando eu tive maiis velha vou saber melhor ! me ajude

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E porque sua tia sabe que vc espirita.. vai saber melhor mesmo e entender e so questao de tempo

      Excluir
  14. Eu ñ seii direito uma veiz a minha prima falou que ia sai mais ela falou que ja voltava eu falei que era mentira que ela ia passa ah noite fora ai ah minha tia falou que eu sabiia oq ia acontece no futuro ou então eu seii oq as pessoas vão fala eu ñ seii se isso é ser médium mais eu preciso sabe me ajude pf

    ResponderExcluir
  15. Estou confusa eu sinto umas dores de cabeça MT forte e minhas mãos soam tenho tonduras calafrios vejo vutos estranhos mas sempre se tô no escuro como uma fomaça e eu fico com MT medo tenho pesadelos horrives uma sensações de um grande peso nas costas e as vezes eu sonho e derepente no dia seguinte eu lembro e vejo qi ta acontecendo a mesma cena se sonhei, o pior tenhu um tio e uma tia qe são médium e ela me disse qe eu tô acompanhada eu não entendie isso ai desidi pesquisa mas afinal tô acompanha de qe??

    ResponderExcluir
  16. Boom eu nao sei explicar o q sinto a unica coisa q eu sei e q sinto a presença dos espiritos e tem vezes q chego ficar me tremendo todinho por causa do espirito perto de mim não sei como isso funciona mas eu sinto a presença deles e não sei explicar se e espito ruim ou se e espirito bom não sei

    ResponderExcluir
  17. alguém pode me ajudar quando estou acompanhando sessões num centro der umbanda meu corpo tem uma serie de espasmos musculares por causa do som do atabaque queria saber porque
    Grato!!!!!!!

    ResponderExcluir

Ouça os Pontos da Linha de Esquerda da Umbanda

A Umbanda não é responsável pelos absurdos praticados em seu nome, assim como Jesus Cristo não é responsável pelos absurdos que foram e que são praticados em Seu nome e em nome de seu Evangelho. Caboclo Índio Tupinambá.

Caboclo Índio Tupinambá

Caboclo Índio Tupinambá
"...Onde quer que Você esteja... meu Menino... Estarei Sempre com Você... Anauê!"

Luz Crística

Pense Nisso...

"Estudo, requer meditação. A meditação leva a conclusões. E as conclusões fazem com que as pessoas modifiquem os seus hábitos e suas atitudes" – Dr. Hermann (Espírito) por Altivo Pamphiro (Médium)

Obras Básicas da Doutrina Espírita - Pentateuco Espírita

O Livro dos Espíritos - Contendo os princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da humanidade – segundo o ensinamento dos Espíritos superiores, através de diversos médiuns, recebidos e ordenados por Allan Kardec. O Livro dos Médiuns - Contendo os ensinamentos dos Espíritos sobre a teoria de todos os gêneros de manifestações, os meios de comunicação com o Mundo Invisível, o desenvolvimento da mediunidade, as dificuldades e os escolhos que se podem encontrar na prática do Espiritismo. Em continuação de "O Livro dos Espíritos" por Allan Kardec. O Evangelho segundo o Espiritismo - Com a explicação das máximas morais do Cristo em concordância com o Espiritismo e suas aplicações às diversas circunstâncias da vida por Allan Kardec. Fé inabalável só é a que pode encarar a razão, em todas as épocas da Humanidade. Fé raciocinada é o caminho para se entender e vivenciar o Cristo. O Céu e o Inferno - Exame comparado das doutrinas sobre a passagem da vida corporal à vida espiritual, sobre as penalidades e recompensas futuras, sobre os anjos e demônios, sobre as penas, etc., seguido de numerosos exemplos acerca da situação real da alma durante e depois da morte por Allan Kardec. "Por mim mesmo juro - disse o Senhor Deus - que não quero a morte do ímpio, senão que ele se converta, que deixe o mau caminho e que viva". (EZEQUIEL, 33:11). A Gênese - Os milagres e a predições segundo o Espiritismo por Allan Kardec. Na Doutrina Espírita há resultado do ensino coletivo e concordante dos Espíritos. A Ciência é chamada a constituir a Gênese de acordo com as leis da Natureza. Deus prova a sua grandeza e seu poder pela imutabilidade das suas leis e não pela ab-rogação delas. Para Deus, o passado e o futuro são o presente.
Clique na Imagem e Leia o Livro.